Solo         Colaborações         Comissionados        Sobre   









Stefanie Egedy mora e trabalha em Berlim.


Stefanie é uma artista operando como sound worker, cuja prática envolve som. Seu motto é sub-grave, grave, subwoofers e suas capacidades de se revelarem presentes no espaço. Explorando corpos humanos e arquitetônicos, as interações e o potencial para novas criações são de de seu grande interesse. Sitiada por esse cenário, Stefanie articula o cruzamento entre a linguagem sonora e a musical para investigar a comunicação entre os seres.

Stefanie trabalha com gravações de campo, sons eletrônicos e materiais diários. Ao lado de Simon Fernandes, dirige o selo COISAS QUE MATAM, pesquisa as relações entre luz e som com Camille Laurent e é Head Of Sales And Operations do MONOM, Centro de Som Espacial de Berlim.

Stefanie expôs suas obras sonoras em lugares como Zentrale (Viena), Patchlab Festival (Cracóvia), Museu de Arte Moderno (Buenos Aires), MIS - Museu da Imagem e do Som (São Paulo), Spektrum (Berlim), Mamba Negra festa (São Paulo) e Festival Novas Frequências (Rio de Janeiro).


Educação


2019 Graduação em Filosofia pela PUC

2018 Graduação em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas


Prêmios

Artigo - ‘’A Experiência da Aceleração e o Tempo Desertificado’’ na PUC-SP




Curriculum Vitae

Contato:
e-mail: egedystefanie@gmail.com
instagram: @stefanie_egedy